20 de ago de 2007

Vereadora Giovanna e vereador Nelsinho fazem reunião sobre o lixo de Nova Santa Rita e Canoas

O vereador Nelson Luiz da Silva, conhecido por Nelsinho (PT), é presidente do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Canoas (RS) e Nova Santa Rita (RS). Na semana passada a vereadora Giovanna Fagundes (PT), do município de Nova Santa Rita, manteve uma longa reunião com o seu colega parlamentar Nelsinho. Na reunião estavam presentes companheiros do partido do vereador Nelsinho e do sindicato. Giovanna levou ao conhecimento do vereador Nelsinho um dossiê completo sobre o lixão da empresa Ambiental Transportes e Serviços Ltda, hoje de titularidade da empresa Multti Serviços Tecnologia Ambiental Ltda, que está sendo instalado em Nova Santa Rita.A vereadora Giovanna lembrou que a empresa Ambiental financiou a campanha eleitoral do candidato Edir Oliveira (PTB), a deputado federal em 2006, assim como a empresa Vega Engenharia Ambiental S/A [atua em Canoas] fez uma doação para a campanha do ex-deputado federal Edir Oliveira. O PTB detém a prefeitura de Nova Santa Rita, onde o prefeito é Amilton Amorim. No município de Canoas o PTB detém secretarias no governo do prefeito Marcos Roncchetti (PSDB). Entre as secretarias municipais de Canoas o PTB possui a do Meio Ambiente, onde o titular é Marcos Chedid. O biólogo Chedid participou em 2003 de uma audiência pública em Nova Santa Rita, promovida pela empresa Ambiental para cumprir requisitos visando às licenças ambientais de um lixão. Nessa audiência pública o senhor Marcos Chedid falou como secretário municipal de Meio Ambiente de Canoas. O secretário Marcos Chedid declarou em 2003 que os resíduos do Distrito Industrial de Canoas iriam para Nova Santa Rita. Chedid esqueceu que em 2003 a Lei Orgânica do Município de Nova Santa Rita impedia que isso acontecesse. A seguir em novembro de 2006, o vereador do PTB Carlos Diogo Amorim, irmão do prefeito Amilton Amorim, de Nova Santa Rita, encaminhou um projeto de lei na Câmara Municipal para alterar o artigo 163 da Lei Orgânica do Município, o que acabou acontecendo, permitindo a empresa Ambiental e a sua sucessora empresa Multti Serviços trazerem os resíduos industriais de Canoas, e de todos os municípios do Brasil, inclusive os tóxicos e domiciliares. (Fonte: www.mafiadolixo.com.br 11/06/2007)

Nenhum comentário: